Vantagens e desvantagens de uma previdência privada

Vou falar agora neste post, as vantagens e desvantagens de uma previdência privada.

Se quiser saber mais sobre tributação, tipos de previdência e sobre a importância de fazer uma previdência, leia esses 2 posts.

Vamos cavar mais fundo então para tomar a melhor decisão…

Vantagens:

  • É um investimento criado para auxiliar às pessoas na hora de se aposentarem, é considerado de longo prazo, para além de 10 anos.
  • Na contratação do plano de previdência privada, a pessoa pode optar por serem feitas retiradas automáticas de sua conta e essas serem investidas diretamente na sua previdência, essa é uma alternativa muito boa para quem não consegue poupar por vontade própria.
  • Outra vantagem é a alíquota de IR ser de 10% (no caso de regressiva) de você honrar o investimentos por mais de 10 anos
  • Ainda temos a vantagem de poder “mixar” os investimentos dentro de um plano de previdência, como assim? Hoje em dia é comum alguns planos investirem parte do dinheiro em renda fixa, parte no mercado de ações, mas sempre com o consentimento de quem está aplicando. Existe o limite de 49% para aplicações no mercado de ações, você toma um pouco mais de risco, mas os rendimentos são melhores.

Desvantagens:

  • Sobre os depósitos mensais realizados é cobrada uma taxa chamada de taxa de carregamento. Essa taxa é cobrada pelos bancos para cobrir os gastos com vendas dos planos e incide sobre o valor aplicado. Esta taxa de carregamento pode ser negociada dependendo do valor a ser aplicado e ela ainda pode diminuir com o tempo.
  • Ao mesmo tempo que a alíquota de IR é uma das mais baixas do mercado para aplicações com mais de 10 anos (10%) é também a mais alta se for feita alguma retirada antes de 2 anos (35%), se você optar por uma tabela regressiva.
  • Usar a previdência privada como um investimento de curto prazo.
  • Pouca transparência dependendo de onde fechar o investimento

By Maria Carolina Mattos