Guardar dinheiro é possível ou é lenda urbana?

Sim, guardar dinheiro é super possível!

Essa é uma pergunta muito frequente porque de fato é difícil, mas vou dar algumas dicas boas para começar, mas aviso que requer uma mudança de mindset na sua vida. Você está preparado?

Muitas pessoas poderiam guardar todo mês o dinheiro que gastam com anuidade do cartão de crédito, juros do cheque especial, juros do carnê, etc…… Todo mundo usa ou já usou limite de conta na vida, pagou o mínimo do cartão e arcou com o custo disso depois. Efeito acumulativo… que se chegar a um determinado ponto….. já era… padrão que se repete todo mês. 

Você pode estar numa ilusão sabia? Conta com um determinado montante, mas nem percebe que o dinheiro não é seu e sim do banco. É assim que eles enriquecem.

O que eu fiz para minha vida pode te ajudar a pensar sobre muitas possibilidades existentes para guardar dinheiro e como tudo isso pode se encaixar à você. Exemplos são tudo na vida.

O primeiro passo que eu dei foi fechar minhas contas nos bancos tradicionais para imediatamente estancar uma goteira silenciosa, mas que enche um balde no final de ano, chamado “taxa de administração”. Parei de pagar essa mensalidade da conta e não tenho mais limite de cheque especial. Tive que aprender a viver com o que tenho no mês e ponto. No começo é ruim, gera insegurança, mas depois que você acostuma… de verdade, a vida muda e você começa a respirar liberdade…. Essas instituições que ganham absurdamente em cima de você, não te dominam mais. 

O segundo passo foi em relação ao cartão de crédito. Existem muitas formas inteligentes de se usar o cartão de crédito e vou falar aqui no blog sobre isso, mas como estou em fase de detox financeiro, cortei também. Fui obrigada a adequar as minhas finanças à realidade dos meus insumos, sem mimimi. Eu terminei um namoro de muitos anos, uma relação abusiva, sedutora e silenciosa das finanças com esses bancos tradicionais. Depois que a relação acaba, dá carência sim, vc ainda quer fazer um monte de coisas que vc fazia, mas fazia com o dinheiro do banco, você chora e a criança interior se joga no chão. Mas passa.

Depois que passa essa fase de adaptação, é como se você adquirisse um amor próprio na relação, você começa a escolher um parceiro mais alinhado às suas expectativas, ambos ganham e se satisfazem. Essa analogia serve para você escolher melhor o seu banco.

O banco que eu escolhi para trabalhar hoje em dia foi o Neon, um banco virtual com uma usabilidade fácil e segura, experiência de usuário sensacional. Sem a taxa de administração, algumas TEDs eu não pago e quando pago é algo em torno de 3 reais, posso emitir um boleto para qualquer um que precise fazer um pagamento pra mim e assim a outra pessoa não paga TED, tem também um cartão de crédito virtual que serve para compras pela internet, cadastros em apps para pagamentos de serviços como spotfy, 99Taxi, entre muitos outros, mas ela é debitada na hora da sua conta corrente (não tem fatura nem limite nem nada, atua como débito).  

Cada conta que eu pago ou débito que eu passo é classificado (moradia, lazer, cuidados pessoais, etc) e logo possuo um relatório de despesas. Nessas condições a relação é de ganha ganha. Agora saiu o Neon+ que tem ainda mais serviços gratuitos, mas ainda estou na fila de espera para começar a utilizar. 

Este foi só um exemplo, mas existem outros bancos da mesma configuração, como o Inter, Original, Nubank, etc… só pesquisar!

Enfim, isso foi para ilustrar que existem saídas super inteligentes e modernas, você não precisa mais ser refém de bancões. Se você não confia tanto num banco desconhecido e se pergunta: “Mas e se o banco falir, meu dinheiro some?” “O que acontece com ele?”

Não some!!! Existe o chamado FGC, que é  uma entidade privada, sem fins lucrativos, que administra o mecanismo de proteção aos depositantes e investidores no âmbito do Sistema Financeiro Nacional. O que ele faz? Ele garante seu dinheiro de volta em até 250.000,00. Depósitos na sua conta corrente não são investimentos, mas são considerados créditos e também são garantidos, assim como a sua conta poupança, sempre dentro do limite assegurado.

Viu só como não precisa ter medo! Só de tomar essas atitudes, vai sobrar dinheiro no final do mês pra vc começar a investir. Vou falar sobre investimentos para quem quer começar…… super acessíveis e fáceis.

 

Continue Mariando!